Sobre o autor

Genildo Ronchi, com seus 48 anos de idade, consegue realizar seu sonho de lançar sua obra Vila Capixaba. Nascido em São Mateus, no interior do Espírito Santo, e tendo vivido sua infância toda em Nova Venécia, começou a construir sua identidade baseada na vivência capixaba. Aos 14 anos, vem sozinho para a Grande vitória, onde morou vários anos com o primo e a tia.

Tendo trabalhado na antiga livraria "A Edição", na capital, e depois no "Camburi Video Club", Genildo pôde desfrutar de diversas obras, muitas delas de autores locais, e isso só alimentou mais suas criações. Nessa mesma época, entrou na UFES, no curso de Educação Artística, atualmente conhecida como Artes Visuais. Foi lá onde ele começou a criar cartazes para o "Abre Bodes", festa da engenharia.

Durante seus anos de estudante na universidade, a empresa "M&M" requisitou quadrinhos para Genildo, que os fez com muito carinho e dedicação. Depois disso, fez estágio na escola Crescer, onde redesenhou a logomarca da instituição, que é usada até os dias atuais. 

No ano de 1993, entrou como jornalista/infografista/ilustrador no jornal A Gazeta, quando o computador ainda era novidade. No mesmo mês, começou a dar aulas como professor de artes na Escola Monteiro Lobato, como contratado.

Genildo começou a ser visibilizado por artistas capixabas, interessados em sua arte, para que ilustrasse livros e revistinhas em quadrinhos.
Já em 2001, ilustrou um dos principais livros de sua carreira, "Os Gatos do Beco", de Alvarito Mendes Filho. Anos depois, veio outro também de grande importância, "A Caravela da Imaginação", do mesmo autor.

Uma das pessoas de mais referência na vida de Genildo foi o professor Miguel Kill, que passou informações valiosas sobre as terras capixabas. O que levou o artista a se inspirar e a criar e qualificar ainda mais conteúdo referente ao Estado do Espírito Santo.

Em 2008, Genildo publicou a primeira tirinha do Tuca, no Caderno 2, parte do jornal A Gazeta. Com isso, o Gió, cartunista, organizou a publicação de quadrinhos "Embróglio Capixaba", que teve 10 páginas dedicadas ao trabalho de Genildo.

Junto com a comitiva de alunos, professores e profissionais do Espírito Santo, foi para Brasília e participou da IV Conferência Infanto-Juvenil Para o Meio Ambiente, em 2013.

Foi em 2015 que ele recebeu um dos convites mais especiais, para fazer uma participação como convidado no Roberto Justus Mais, falando sobre Liberdade de Expressão. (Clique nesse link e será direcionado até o vídeo da entrevista).

Nesse ano, 2016, Genildo foi honrado à ser um condutor da chama olímpica, na cidade de Vitória, no ES. E, finalmente, em agosto, nasce a Revista Vila Capixaba, impressa na gráfica GSA, com apoio da Link Editoração e do grande amigo Léo Fávaro.

Esperamos ansiosamente os próximos capítulos da vida desse autor, que leva tantas ideias e criatividade por onde passa!

Siga Genildo nas redes sociais:
Página de cartoons no Facebook (Facebook.com/genildo.vix)
Blog de charges e cartoons (genildoronchi.blogspot.com)
Charge Online
Humor Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário